Bahia Urgente

Bahia Urgente


Resultado da busca pela categoria "curiosidades"

5 dicas para saber se vale fazer determinado concurso

Quinta | 15.06.2017 | 17h09
Autor: G1


Foto: Ilustração

Ao G1 a colunista Lia Salgado explica cinco aspetos a serem levados em conta na hora de fazer um concurso. 1 – Examine as condições objetivas; A primeira coisa a fazer é verificar se a vaga é do seu interesse. A atividade a ser realizada tem a ver com você? Porque, se for algo muito fora do seu perfil, ser aprovado pode tornar-se um problema na sua vida. O local para onde serão as vagas é possível, de acordo com a sua situação familiar? A remuneração (salário + benefícios) atende às suas necessidades? 2 – Pode funcionar como um concurso intermediário? Em algumas situações, a vaga oferecida não é exatamente o que você busca, mas pode funcionar como uma etapa intermediária, para garantir aporte financeiro que permita que você siga estudando com melhores condições, até ser aprovado na vaga que deseja de verdade. 3 – Você está apto para preencher essa vaga? Ok, o emprego interessa – seja como objetivo final, seja intermediário. Mas, você preenche os requisitos? Vale lembrar que os requisitos serão exigidos somente no momento da posse. Então, é possível estar concluindo a escolaridade ou prestes a completar a idade e prestar o concurso. Mas, em caso de aprovação, você precisa cumprir os requisitos ou perde a vaga. Há casos em que o edital permite que o candidato convocado vá para o fim da fila. Outro aspecto a ser considerado é que a administração pode a chamar até o fim do prazo de validade do concurso, que pode ser de até 2 anos, e esse prazo pode ser dobrado. Ainda assim, há casos em que os aprovados são convocados quase imediatamente. 

Veja como se organizar para produzir mais

Domingo | 28.05.2017 | 16h24
Autor: Correio da Bahia


Foto: Ilustração

Passar horas com ocupações no ambiente de trabalho nem sempre é sinônimo de produtividade. Produzir é fazer o necessário para cumprir uma meta com a menor quantidade de recursos possível, o que inclui o tempo. Se a atividade não te leva em direção ao que é demandado, talvez ela seja algo secundário que pode ser programado para outro momento ou até eliminada. Para Geronimo Theml, coach e idealizador da Academia de Produtividade, o primeiro passo é ter clareza. “Em Alice no País das Maravilhas, ela vem saltitante, encontra o gato e ele pergunta pra onde ela vai. Ela não sabe. ‘Se você não sabe, qualquer caminho serve’”. Segundo ele, “quando se sabe o que quer, o que não te leva àquilo é mera ocupação e o que leva à direção é produtividade”. Quando o estresse é o causador da improdutividade, Christian Barbosa, especialista em gestão de tempo e autor do livro Tríade do Tempo afirma que “o estressor às vezes não muda nada, mas o desestressor altera o ciclo”. Isso diz que esporte, música ou até uma foto na mesa do escritório ajudam a relaxar. Além disso, “a respiração feita do jeito certo também dá bom resultado”. Christian também chama atenção para os intervalos. “É preciso fazer pequenas pausas. No retorno, a pessoa terá mais ritmo”. Geronimo completa que definir o tempo de produção e descanso é individual de cada um. “É preciso testar se funciona produzir 50 minutos e parar 10, por exemplo. De toda forma, os intervalos são fundamentais”.

Dietas milagrosas são um risco para a saúde de quem quer perder peso

Quarta | 19.04.2017 | 17h12


(Foto: Reprodução)

Dietas que prometem redução do peso em poucos dias são cada vez mais frequentes e podem ser facilmente encontradas em fóruns e sites na internet. No entanto, é preciso ficar atento quando o assunto é perder  peso. De acordo com especialistas, a alimentação irregular pode causar danos ao corpo. Professora do Departamento de Ciência de Alimentos da Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Márcia Regina alerta que, antes de seguir uma “receita milagrosa”, é preciso procurar a orientação médica. “O risco é muito grande, pode haver desequilíbrio da ingestão de nutrientes e acabar sobrecarregando os rins e o fígado”, explica Márcia. “A depender da dieta, tem que ter o bom senso.  É preciso que o profissional conheça a pessoa, saiba como estão os marcadores bioquímicos antes de passar a receita”, continua a professora. Ainda de acordo com a especialista, o ideal para quem está brigando com a balança é fazer um processo de reeducação alimentar. 

Crianças que brincam com celulares e tablets dormem menos

Domingo | 16.04.2017 | 08h04


(Foto; Reprodução)

Crianças que passam horas brincando com smartphones e tablets dormem menos que os que não interagem com tecnologia. Estudo publicado na Scientific Reports, site da revista científica Nature, indica que cada hora que crianças pequenas entre seis meses e três anos passam usando aparelhos eletrônicos com tela de toque pode estar relacionada a 15 minutos a menos de sono. Ao mesmo tempo, a pesquisa também revelou que brincar com esse tipo de tecnologia ajuda a desenvolver habilidades motoras mais rapidamente. Especialistas afirmam que o estudo é "oportuno", mas que não há razões para que pais se preocupem com os achados da pesquisa. Apesar da proliferação de telas de toque nos domicílios, ainda falta compreender o real impacto desses aparelhos no desenvolvimento da primeira infância. 

Chocolate com maior teor de cacau pode fazer bem para a memória e para o coração

Domingo | 09.04.2017 | 13h12


(Foto: Reprodução)

A Páscoa está chegando e o Bem Estar desta sexta-feira (7) deu boas desculpas para não resistir aos chocolates. Será que ele realmente tem benefícios? De acordo com o ginecologista e consultor José Bento, chocolate cai muito bem, principalmente na TPM. A nutricionista Rosana Raele concorda e dá uma boa notícia para os chocólatras: ele pode fazer bem para a memória e para o coração. Entretanto, nada de abuso! Também é preciso saber escolher. Quem traz o benefício para o corpo é o cacau, não o chocolate. O ideal é sempre procurar um chocolate com mais porcentagem de cacau, já que uma barra de chocolate pode ter muita gordura e açúcar. A maioria dos chocolates tem só 25% de cacau, o resto é leite em pó, gorduras e emulsificantes. Um estudo feito por pesquisadores dos Estados Unidos com 18 mil pessoas, durante quatro anos, concluiu que quem comia chocolate com maior teor de cacau teve menos problemas de memória e menos riscos cardíacos. Os flavonoides, presentes no cacau, são os responsáveis por isso.

Paciente israelense queima viva enfermeira por não estar satisfeito com atendimento

Terça | 14.03.2017 | 14h17


(Foto: Reprodução)

Um paciente de 78 anos queimou viva nesta terça-feira (14) uma enfermeira em uma clínica do centro de Israel, porque, segundo a polícia, ele não estava satisfeito com o atendimento recebido.O suspeito fugiu em seu carro da clínica em Tel Aviv antes de ser detido.A enfermeira Tova Carero, que morreu em consequência das queimaduras, tinha 56 anos."Segundo os primeiros elementos de que dispomos, o suspeito não estava satisfeito e, durante uma conversa, jogou líquido inflamável sobre a enfermeira e ateou fogo", indicou um oficial da polícia ao portal de notícias Ynet.O diretor da clínica declarou à imprensa que o paciente já era conhecido por seu "passado médico", dando a entender que sofre de problemas mentais.

Pedreiro tira 2ª via de RG e descobre verba de FGTS e direito de aposentar

Terça | 14.03.2017 | 11h14
Autor: G1


(Foto: Reprodução)

Após contribuir por 29 anos, ele foi até agência da Caixa, em Campinas.Direito ao benefício foi comemorado; amigo ajudou com novo documento.A emissão de uma nova carteira de identidade devolveu ao pedreiro "Genaro", como é chamado por amigos, o direito de ser efetivamente Pedro Eduardo Pantaroti. Com documento em mãos, ele foi até uma agência da Caixa, em Campinas (SP), onde descobriu que possui recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de contas inativas, e que poderá se aposentar.Contribuinte por 29 anos, ele está atualmente desempregado e, às vezes, dorme em um colchão velho deixado na área dos fundos de um comércio. O pedreiro conseguiu nova versão do RG com a ajuda de um amigo e, na sexta-feira (10), recebeu R$ 55 na unidade bancária. O valor total que ele terá direito não foi divulgado."Não esperava [que havia dinheiro para receber].

A razão pela qual gostamos tanto de comer chocolate

Quarta | 01.03.2017 | 12h04


(Foto: Reprodução)

Por que gostamos tanto de chocolate? A resposta pode parecer simples - porque tem um "gosto bom". Mas vai além disso. Tem a ver com uma determinada relação entre gorduras e carboidratos, a que somos apresentados logo no início de nossas vidas. Os amantes de chocolate dificilmente abrem um tablete e conseguem se contentar em comer apenas um quadradinho - acabam devorando a barra inteira. E isso também acontece com outros alimentos. Mas o que faz com que a gente ache algumas comidas irresistíveis? E que características o chocolate compartilha com outros alimentos que simplesmente não conseguimos dizer "não"?

Comum no Carnaval, doença do beijo pode ser confundida com a gripe

Quarta | 22.02.2017 | 17h06


(Foto: Reprodução)

Chamada mononucleose, a doença transmitida pela saliva causa febre e dor de garganta Nem só de marchinhas, serpentina e fantasias se faz o Carnaval. Essa época do ano também é conhecida pelos romances­relâmpagos de quem curte a festa na avenida ou em blocos de rua. Além de ser divertida, a paquera faz parte da folia, mas o problema é que os solteiros ficam mais expostos à mononucleose, também conhecida como “a doença do beijo”. O vírus, que é da mesma família do herpes, apresenta sintomas que podem ser confundidos com uma gripe ou resfriado, como dor de garganta, febre e gânglios inchados. O nome popular surgiu com a forma de transmissão da doença, que acontece principalmente pelo contato íntimo e troca de saliva. “É uma doença benigna, mas pessoas que têm leucemia, linfoma ou usam corticoides podem apresentar quadros mais graves”, disse Marcos Antonio Cyrillo, diretor da Sociedade Brasileira de Infectologia. Com a ajuda de Cyrillo e de Bianca Grassi de Miranda, infectologista do Hospital Samaritano de São Paulo, o site tirou as principais dúvidas sobre a doença do beijo antes de você cair na folia. Confira a seguir.
 

Música ajuda a prevenir e frear desenvolvimento de Alzheimer, diz estudo

Domingo | 12.02.2017 | 19h10


(Foto: Reprodução)

Toca uma música antiga no rádio e, de repente, você se vê cantando junto. Já passou por isso? Mesmo sem nem lembrar que a canção existia, de alguma forma ela estava lá, armazenada na sua cabeça. Há alguns anos, cientistas do Instituto Max Planck de Neurociência e da Cognição Humana, em Leipzig, na Alemanha, se questionaram por que pacientes com Alzheimer conseguiam se lembrar de melodias ou apresentar fortes emoções ao ouvir canções que marcaram suas vidas. Foi quando eles descobriram que a música fica armazenada em uma parte diferente do cérebro da que guarda a maior parte das nossas memórias. O documentário "Alive Inside" mostra isso na prática. Um dos pacientes com Alzheimer retratados no filme começa a responder sobre seu passado com lucidez logo após ouvir uma música. Custódio Michailowsky, neurologista do Centro de Dor e Neurocirurgia Funcional do Hospital 9 de Julho, explica que o uso da musicoterapia no tratamento de pacientes com Alzheimer está bem estabelecido. 

Por que dormir mais de 7 horas pode ajudar a perder peso

Domingo | 12.02.2017 | 14h07


(Foto: Reprodução)

Quando questão é controlar o peso, normalmente recorremos a dietas e exercícios. Mas diversos estudos científicos sugerem que, se o objetivo é reduzir as calorias, também devemos prestar atenção na quantidade de sono. Uma pesquisa recente da universidade britânica King's College London revisou dezenas de pequenos estudos sobre a relação entre uma boa noite de sono e o apetite. Embora nem todos sejam afetados da mesma maneira, a pesquisa conclui que, em geral, dormir menos de sete horas por noite leva as pessoas a comerem muito mais. O programa da BBC Trust me, I'm a doctor ("Confia em mim, sou médico", em tradução livre para o português), realizou um pequeno experimento com quatro pessoas para testar essa teoria. O teste mostrou que os três voluntários que tiveram o sono interrompido diversas vezes durante a noite, graças a um bebê de brinquedo pré-programado para chorar regularmente, comeram mais do que o habitual no café da manhã e/ou escolheram alimentos menos saudáveis. Em contrapartida, o voluntário sortudo que dormiu bem fez sua refeição como de costume.

Lua cheia desta sexta será marcada por eclipse; fenômeno deve ocorrer às 20h30

Sexta | 10.02.2017 | 12h07


(Foto: Reprodução)

A lua cheia desta sexta-feira (10) será marcada pelo eclipse penumbral, que poderá ser visto em todo o Brasil e países da Ásia, Europa, Áfria, Oriente Médio e das Américas do Sul e do Norte. Em Brasília e nas demais cidades em que vigora o horário de verão, o fenômeno tem início previsto para as 20h34. A fase máxima do eclipse deve acontecer às 22h44 desta sexta. O eclipse penumbral acontece quando a lua entra na região da penumbra da Terra e desencadeia uma variação do brilho da lua difícil de ser notada. De acordo com a Agência Brasil, este não será o único fenômeno astronômico a acontecer na órbita do planeta. Neste sábado (11), será a vez do cometa 45P/Honda-Mrkos-Pajdušáková passar próximo à Terra. Informações do Observatório Astronômico de Lisboa, em Portugal, indicam que o cometa percorre uma órbita elítica de período curto, cruzando a da Terra a cada 5,25 anos. Desta vez ele passará a uma distância de 12.431.583 quilômetros da Terra, 32 vezes a distância do planeta à lua. A passagem do cometa só poderá ser vista por meio de um telescópio.

Ligre, raro híbrido de leão e tigre, nasce na Rússia

Domingo | 05.02.2017 | 10h00
Autor: Veja


(Yuri MALTSEV/AFP)

Um raro bebê ligre, híbrido que resulta do cruzamento entre um leão e uma tigresa, nasceu em um zoológico itinerante na região de Rostov del Don, no sul da Rússia. Batizado Zar, o felino é resultado da união entre a tigresa Princesa, e o leão Caesar. Os pais do ligre “vivem juntos há muito tempo e se conhecem bem. Quando a tigresa ficou no cio, ela não tinha outra opção [para acasalar]”, disse Erik Airapetian, diretor do local. Os ligres são animais extremamente raros, já que a probabilidade de que nasçam em liberdade é quase nula. Os tigres vivem na Ásia, e o hábitat dos leões fica na África. Por essa razão, atualmente, há apenas cerca de 20 ligres no mundo. Existem também os tigreões, que resultam do cruzamento de uma leoa e um tigre, mas são bem menores que os pais. O pequeno Zar tem a pele bege, própria dos leões, e o rosto coberto de listras, como os tigres, e está sendo alimentado com o leite de uma das cabras do zoológico. Por enquanto, seu tamanho não ultrapassa o de um gato, mas o ligre adulto é sempre maior do que seus pais. Ele pode chegar a pesar 400 quilos, enquanto o peso máximo de um tigre é de cerca de 300 quilos, e o de um leão, de 250 quilos. Nos Estados Unidos, o ligre Hércules, que pesa 418 kg e mede 3,33 metros, é oficialmente o maior felino do mundo, registrado no Livro Guinness dos recordes.

Por que é tão difícil dormir em noites quentes?

Terça | 24.01.2017 | 20h00
Autor: Veja


(Foto: Reprodução)

Há quem ame e quem odeie o verão. Mas mesmo os amantes da estação tendem a concordar que é difícil adormecer e ter um sono de qualidade em noites muito quentes – a menos que você tenha um ar condicionado. Geralmente, a manhã seguinte a uma noite de verão sufocante se reflete em um despertar não muito agradável. Você acorda meio grogue, cansado, irritado, quase como se estivesse de ressaca. Mas, por que isso acontece? De acordo com o especialista em sono David Hillman, em entrevista à emissora de rádio australiana ABC Radio Sydney, quando a temperatura externa supera os 24ºC nós ultrapassamos a chamada zona termoneutra – quando a temperatura interna do corpo está em equilíbrio com a temperatura externa. Nossa temperatura corporal média é de 37ºC e o corpo consegue mantê-la de forma confortável quando a temperatura externa está em 24ºC. Porém, em um clima mais quente, o corpo começa a se sentir desconfortável e precisa trabalhar mais para manter essa autorregulação interna. 

Chance de morte por AVC é menor entre casados, aponta pesquisa

Domingo | 01.01.2017 | 19h03


(Foto: Reprodução)

Um estudo desenvolvido por pesquisadores da Universidade Duke, nos Estados Unidos, identificou uma menor probabilidade de morte por Acidente Vascular Cerebral (AVC) entre pessoas casadas. O risco de morte de quem nunca casou é quase 55% maior, usando os casados como base. Já os viúvos têm aumento de 32% na chance de morrer, com o mesmo referencial. Segundo o blog Cadê a Cura, da Folha de S. Paulo, a maior vantagem é registrada entre aqueles que têm uma única e contínua união. Para o pesquisador Matthew Dupre, líder da pesquisa, pesquisas similares podem ajudar os provedores de saúde a atender e prevenir derrames e mortes em quem corre maior risco. Foram analisados dados de quase 10 mil norte-americanos com mais de 50 anos de idade.