Bahia Urgente

Bahia Urgente


Resultado da busca pela categoria "esporte"

Boa Esporte confirma a contratação do goleiro Bruno, que já veste a camisa

Sábado | 11.03.2017 | 15h03
Autor: Globo esporte


(Foto: Reprodução)

O goleiro Bruno Fernandes já é atleta do Boa Esporte.O clube e o advogado do jogador confirmaram a informação no final da tarde. O contrato será de dois anos e o jogador irá disputar o Módulo 2 do Campeonato Mineiro e a Série B do Brasileiro pela equipe de Varginha.  Segundo a diretoria do Boa Esporte, a previsão é que ele se apresente na próxima terça-feira para os treinos e que volte a jogar entre 50 e 60 dias. O advogado do goleiro disse que ele recebeu propostas de várias equipes do país, mas que optou pelo clube de Varginha por lealdade.  - É um conjunto de fatores, o Bruno recebeu uma série de propostas, o Paduense, o Friburguense, o Bangu, o América-RJ, o Miami United, Betinense, Ceará, Brasiliense. O Bruno não procurou nenhum desses clubes, eu não procurei nenhum desses clubes. Mas o Bruno tinha que fazer uma opção. Primeiro a questão de lealdade ao gesto que o Boa teve quando o Bruno pretendia a sua liberação, segundo Minas Gerais por ser um estado hospitaleiro - disse o advogado Lúcio Adolfo. 

Dólar fecha a R$ 3,15, na menor cotação desde outubro

Sexta | 27.01.2017 | 18h39
Autor: G1


(Foto: Reprodução)

O dólar fechou em queda ante o real nesta sexta-feira (27), no patamar de R$ 3,15 e na menor cotaçãodesde outubro, após a divulgação de dados mais fracos sobre a economia norte-americana, que enfraqueceram um pouco as apostas de que o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, pode elevar os juros mais do que o esperado. A moeda norte-americana caiu 0,89%, vendida a R$ 3,152 – menor cotação de fechamento desde 26 de outubro (R$ 3,1423). Na mínima da sessão, a divisa chegou a ser negociada a R$ 3,14. A cotação O dólar marcou também sua sexta semana consecutiva de queda, com perda acumulada de 7%, segundo a Reuters. No ano, a moeda acumula baixa de 3% frente ao real.

Odebrecht pagará R$ 1 mi por débitos de luz do Maracanã, mas critica Rio-16

Quinta | 26.01.2017 | 15h32
Autor: Uol


(Foto: Reprodução)

A Concessionária Maracanã S.A. liderada pela Odebrecht, prometeu, nesta quinta-feira (26), que pagará até a sexta-feira um débito de R$ 1 milhão com a empresa fornecedora de energia elétrica Light. O estádio está com luz cortada. No comunicado, o consórcio liderado pela Odebrecht afirma ainda que a dívida é de responsabilidade do Comitê Rio-2016. Em contato com o UOL Esporte, Mario Andrada, diretor de comunicação do Comitê durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, rebate: "Todos os débitos do Comitê com a Light foram resolvidos. A luz do Maracanã foi cortada porque a Odebrecht não paga as contas desde novembro". O Comitê alega que devolveu a administração do Maracanã à Concessionária no começo de novembro. O consórcio, por sua vez, rejeitou assumir o comando do complexo por entender que a organização da Rio-2016 descumpriu parte do acordo. A briga foi parar na Justiça: por força de liminar concedida em 16 de janeiro pela juíza Fernanda Lousada, da 4ª Vara de Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, a Concessionária teve de reassumir a tutela do estádio. "De acordo com o Termo de Autorização de Uso (TAU), documento que disciplinou o uso do complexo durante o chamado período olímpico, a obrigação pelos reparos, bem como das contas públicas, é de responsabilidade do Comitê Rio-2016. De acordo com o TAU, o comitê deve permanecer à frente do complexo até que todos os reparos, assim como débitos, sejam realizados", diz o texto da Concessionária publicado nesta quinta. 

Jogadora do Vitória morre em acidente de moto

Segunda | 23.01.2017 | 17h12
Autor: Correio 24 horas


(Foto: Reprodução/Facebook)

A jogadora de futebol Caroline Costa dos Santos, conhecida como Tchula, campeã baiana pelo Vitória no último dia 15, morreu na madrugada desta segunda-feira (23). A atleta de 19 anos faleceu em consequência de um acidente de moto em São Caetano, sofrido quando voltava de um torneio amador no bairro Jardim Cajazeiras, no domingo (22).  Tchula era lateral-direita e jogava também como volante. O enterro será às 16h desta segunda, no cemitério Quinta dos Lázaros. O Vitória informou que pagará as despesas do funeral. Nas redes sociais, a técnica Dilma Mendes, que treinou Tchula no time do Lusaca, de Dias D'ávila, fez uma homenagem. "Um Talento que não está mais entre nós. O Futebol Feminino hoje não tem clube, time, grupo, modalidade... O esporte da Bahia perde uma pedra preciosa, Carolline Loreenzo (TCHULA). Que Deus conforte familiares e amigos". O Vitória também lamentou a perda em nota oficial

Exercício físico melhora desempenho escolar, diz estudo

Domingo | 22.01.2017 | 12h15
Autor: Veja


(Foto: Ilustração)

Praticar exercício físico na infância e na adolescência pode ser benéfico não apenas à saúde, mas também ao boletim escolar, segundo um estudo publicado nesta quinta-feira no periódico Journal of PediatricsPesquisadores descobriram que crianças com boa capacidade cardiorrespiratória e a habilidade motora têm melhor desempenho acadêmico do que aquelas com níveis cardiorrespiratórios e motores inferiores. Melhora da capacidade cardiorrespiratória, força muscular e habilidade motora são benefícios comprovados da atividade física à saúde. Como cada um desses fatores exerce efeitos sobre o cérebro, pesquisadores decidiram investigar se eles poderiam, de alguma forma, impactar o desempenho acadêmico.  Os cientistas analisaram dados sobre rotina de exercícios, composição corporal e desempenho escolar de 2.038 crianças e adolescentes de seis a dezoito anos, na Espanha. Eles constataram que os participantes com boa capacidade cardiorrespiratória e habilidade motora tiravam melhores notas do que os voluntários com desempenho inferior nesses quesitos. A força muscular não mostrou relação com o boletim.

 

Piso salarial dos professores terá um reajuste de 7,64% neste ano, diz governo

Quinta | 12.01.2017 | 14h17
Autor: G1


(Foto: Reprodução)

O ministro da Educação, Mendonça Filho, informou nesta quinta-feira (12) que o novo piso salarial dos professores terá um reajuste de 7,64% a partir de janeiro de 2017. Com o aumento, o salário-base passa dos atuais R$ 2.135,64 para R$ 2.298,80. O valor deve ser pago para docentes com formação de nível médio com atuação em escolas públicas com 40 horas de trabalho semanais. Segundo a pasta, o reajuste ficou 1,35% acima da inflação medida em 2016, que fechou o ano em 6,29%. Em 2016, o aumento foi de 11,36%, o que significou um ganho salarial de 0,69% acima da inflação. Segundo o Ministério da Educação, a portaria com o novo piso salarial será publicada na edição desta sexta-feira do "Diário Oficial da União".

Ministro da Saúde anuncia a liberação de R$ 96 milhões para programas estaduais

Quinta | 05.01.2017 | 20h33
Autor: Bahia Notícias


Luciano da Matta | Ag. A TARDE

Foi anunciado nesta quinta-feira, 5, pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, a liberação de R$ 96,7 milhões para custear os programas geridos pelo governo da Bahia. O anúncio foi feito durante uma visita ao Hospital Aristides Maltez, onde estavam presentes o governador Rui Costa e o prefeito de Salvador ACM Neto, além dos secretários estadual e municipal de Saúde, José Antônio Rodrigues Alves e Fábio Vilas-Boas, respectivamente. O dinheiro será destinado para o custeio de 131 serviços hospitalares e ambulatoriais direcionados à assistência de gestantes e bebês, atendimentos de médica complexidades e os especializados. Além de participarem redes de urgência e emergência, Samu 192, UPA 24H, ampliação de leitos e serviços de oncologia.Além dos repasses de verba anunciados, o governo do estado informou que a Bahiafarma, laboratório público do Estado da Bahia, vinculado à Secretaria da Saúde (Sesab), deu a garantia de R$ 15,4 milhões para a produção de kits de diagnóstico da zika, dengue e chikungunya, doenças transmitidas pelo mosquito aedes aegypti.

Itaberaba e Itabela empatam sem gols na final do Intermunicipal; decisão fica para janeiro

Segunda | 19.12.2016 | 08h13


Itaberaba frustrou torcida em casa | Foto: Geovan Santos / Ligeirinho no Esporte

Apesar de toda a expectativa em torno da final do Intermunicipal, os dois times frustraram os torcedores que queriam ver gols no último domingo (18). A seleção de Itaberaba recebeu Itabela e ficou no empate por 0 a 0. Com o resultado sem gols, a decisão ficou para a segunda e decisiva partida final de volta, em local a definir. Como não há vantagem, quem vencer o confronto leva o título do campeonato. Agora, as torcidas terão que esperar para saber quem levantará o caneco. A segunda partida acontecerá apenas no dia 8 de janeiro, após as festividades de fim de ano. 

Agora é oficial: Conmebol declara Chape campeã Sul-Americana de 2016

Segunda | 05.12.2016 | 17h02


(Foto: Reprodução)

A Conmebol oficializou, na tarde desta segunda-feira (5), o time da Chapecoense como campeão da Copa Sul-Americana de 2016. A equipe catarinense jogaria a final contra o Atlético Nacional de Medellín, porém, foi impedida por conta da tragédia com o avião que levava jogadores e comissão técnica. "A Confederação Sul-Americana de Futebol confirma que o conselho da Conmebol, em sua qualidade de autoridade permanente encarregada de cumprir os Estatutos da Instituição decidiu declarar a Associação Chapecoense de Futebol campeã da edição 2016 da Copa Sul-Americana", informou a entidade em nota. Com o título, a Chape automaticamente garantiu vaga na Taça Libertadores da América e na Recopa Sul-Americana do próximo ano. O time também conquistou o prêmio de dois milhões de dólares pela conquista. Na Recopa, a Chapecoense enfrentará justamente o Nacional, atual campeão da Libertadores. Segundo a Conmebol, o pedido feito pelo Atlético Nacional para que a Chapecoense ficasse com o título foi decisivo. A atitude do alviverde de Medellín rendeu a equipe colombiana o prêmio "Centenário Conmebol de Fair Play", garantindo ao time ainda a quantia de um milhão de dólares. 

Obesidade infantil

Segunda | 26.09.2016 | 11h01
Autor: por Vítor Cotrim


(Foto: Laércio de Morais | Brumado Urgente)

Hoje em dia com a facilidade que o fast food (comida rápida) oferece, a alimentação das crianças vem sendo cada vez mais inadequada. As pesquisas feitas na área apontam que a obesidade infantil é um dos principais fatores de risco para saúde acarretando doenças como: hipertensão, diabetes, câncer, infertilidades, lombalgia, dentre outras.

O avanço tecnológico com celulares e computadores cada vez mais modernos propiciam aos jovens jogos virtuais cada vez mais “reais” e viciantes prendendo a atenção deles por horas. Essa inércia favorece a falta de atividades física que associados com a má alimentação contribuem para o aumento dessa epidemia. A infância é uma fase crucial para combater essa epidemia de obesidade que vem crescendo diariamente. A criança que é obesa na sua infância tem maiores chances de se tornar um adulto obeso.

Para isso, mudanças nos hábitos alimentares e a pratica de atividades físicas devem ser implantadas na rotina da criança, um grande aliado dos pais nessa luta é a participação das crianças nas aulas de educação física escolar, primeiro contato da maioria da população com a atividade física, onde as práticas são planejadas conforme a idade dos alunos, favorecendo o desenvolvimento da coordenação motora, do trabalho em equipe e o contato com o esporte.

Insira hábitos saudáveis no seu dia a dia, procurando sempre o auxílio de um profissional de Educação Física.

Energia e força do coração vão marcar abertura da Paralimpíada, diz produtor

Quarta | 07.09.2016 | 10h02


(Foto: Reprodução)

Quando os primeiros acordes começarem a soar no Estádio do Maracanã, às 18h15 de quarta-feira (7), dando início à cerimônia de abertura da Paralimpíada, terá início uma festa inesquecível, com muita energia e a força do coração. A definição é do produtor executivo do evento, Flávio Machado, responsável pela supervisão de cada detalhe da abertura. “O conceito é 'o coração não conhece limites'. E todos nós temos isso em comum, o coração. A gente aprende com esses atletas paralímpicos e com todas pessoas com deficiência, que não se deixam abater e conquistam coisas maravilhosas. Isso é muito inspirador. Eles só conseguem isso porque têm esse coração dentro deles, que faz romper os limites. Queremos que as pessoas saiam daqui repensando a deficiência”, disse Flávio, durante um intervalo dos ensaios, no fim da tarde de sexta-feira (2).

Paralimpíada terá sete baianos em quatro esportes diferentes

Terça | 06.09.2016 | 08h02


(Foto: Reprodução)

Após celebrar as medalhas de Isaquias Queiroz, Erlon Souza e Robson Conceição, além da de Walace, volante da seleção brasileira de futebol sub-23, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, os baianos já têm novos atletas com quem gastar a torcida. Nesta quarta, acontece a cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos do Rio-2016, com as competições começando na quinta. Ao todo, sete baianos estarão buscando medalha na capital carioca. A maior chance, sem dúvida, é no Futebol de 5, para deficientes visuais. São três baianos na seleção brasileira: Cássio, Gledson e Jefinho. Este último já foi eleito o melhor jogador do mundo em 2010. O Brasil é o atual tricampeão paralímpico, bicampeão mundial e não perde uma competição desde 2006. Na natação, a Bahia terá Verônica Almeida, veterana de dois Jogos Paralímpicos e bronze no Pan de Toronto nos 50m da classe S7. No remo, Renê Pereira foi 5º colocado no Mundial de 2015 e tem reais chances de medalha no Rio. No atletismo são duas baianas, sendo que ambas não moram no estado. Raíssa Rocha, do dardo na classe F56, é atual vice-campeã mundial e mora em Uberaba. Já Tascitha Cruz, que mora no Rio, ficou em 4º nos 100m da T36 no Mundial do Catar, no ano passado. Ela também tem chance de subir ao pódio.

Com o apoio da tocida, Brasil busca ouro inédito contra a Alemanha no Maracanã

Sábado | 20.08.2016 | 16h02


(Foto: Reprodução)

Antes mesmo do início do Rio 2016, a final do futebol era um dos momentos mais esperados dos Jogos. Apesar de ser esperado que o Brasil estivesse na final, não era uma certeza. Agora é concreto. O ouro está a apenas um jogo e será decidido hoje, às 17h30, contra a Alemanha, no Maracanã. A goleada por 7x1 sofrida na Copa do Mundo de 2014, no Mineirão, pode até assustar aos torcedores, mas não aos atletas. Competição nova, história diferente. Agora, os garotos do sub-23 do Brasil vão pra cima com tudo, guiados pelo “veterano” Neymar, um dos mais experientes do time mesmo aos 24 anos.  No início da Olimpíada, o Brasil não encheu os olhos. Gerou conformismo de que a sonhada medalha não vinha. Logo nos dois primeiros jogos, insossos 0x0 contra África do Sul e Iraque. No último jogo da primeira fase, contou com a bênção da Fonte Nova, emplacou e fez 4x0 na Dinamarca. Nas quartas, o time do baiano Rogério Micale venceu a Colômbia por 2x0. Na reta final, os meninos voltaram a ser a equipe que faz qualquer brasileiro sentir orgulho. Atropelou Honduras: 6x0. 

Baiano Isaquias Queiroz é o primeiro brasileiro a conquistar três medalhas na mesma Olimpíada

Sábado | 20.08.2016 | 12h00


(Foto: Reprodução)

A conquista da medalha de prata na canoa dupla com Erlon de Souza neste sábado (20) marcou um fato histórico para Isaquias Queiroz. O atleta baiano, que já havia conquistado uma prata e um bronze na canoa individual, é o primeiro brasileiro a ganhar três medalhas em uma mesma olimpíada. "Me sinto muito feliz. Mas não é só de mim. A minha equipe toda está de parabéns", disse Isaquias, ao canal SporTV. Com os prêmios somados pelo atleta, o Brasil tem 16 medalhas até o momento. São cinco ouros, seis pratas e cinco bronzes.

Martine e Kahena ganham ouro na vela para o Brasil

Quinta | 18.08.2016 | 19h04


(Foto: Reprodução)

Campeãs mundiais, eleitas as melhores velejadoras do planeta e favoritas na primeira Olimpíada que disputariam na vida, justamente em casa. Com um ótimo desempenho na regata decisiva da classe 49er FX, Martine Grael e Kahena Kunzeignoraram qualquer tipo de pressão, venceram a medal race e conseguiram, nesta quinta-feira (18), o sonhado ouroolímpico, o quarto do Brasil na Rio-2016. A conquista na vela faz o país finalmente superar o número de títulos de Londres-2012, quando havia conquistado três primeiras colocações. O ouro de Martine e Kahena se soma aos de Rafaela Silva (judô), Thiago Braz (salto com vara) e Robson Conceição (boxe), que já haviam subido no alto do pódio olímpico no Rio de Janeiro. O Brasil, no entanto, ainda segue longe da meta para a Olimpíada, que era entrar no top 10 do total de medalhas – hoje tem 13, contra 17 da Coreia do Sul, décima colocada no momento.