Bahia Urgente

Bahia Urgente


Encceja: Prova que concede diploma do ensino médio e fundamental será em outubro

Segunda | 26.06.2017 | 18h12


Foto: Divulgação

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou nesta segunda-feira (26) as novas regras do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), prova que vai substituir o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como diploma do ensino médio. REGRAS E DATAS DO ENCCEJA; Data da prova: 8 de outubro (manhã e tarde); Inscrições: 7 a 18 de agosto; Quem pode fazer: 15 anos - nível fundamental; 18 anos - nível médio; Como será a prova: Redação + 30 itens de múltipla escolha por área, somando 120 questões; Pontuação: recebe o diploma que tirar ao menos 50% em cada área, inclusive na redação; O que vai cair na prova: O Inep diz que a prova terá as mesmas referências do Enem. O edital com detalhes será publicado em 24 de julho. A prova, que não era aplicada desde 2014, também valerá para a certificação do ensino fundamental. A estimativa é de 222.180 participantes no ensino fundamental e de 815.731 candidatos de nível médio. Serão 564 municípios participantes, em contraste com as 1,7 mil cidades onde o Enem aconteceu em 2016. O Inep vai aplicar e corrigir as provas do Encceja. Os diplomas serão distribuídos pelas secretarias estaduais de educação ou pela instituição aplicadora da prova.

Sudoeste baiano: Jovem morre após ser espancado com pauladas na cabeça

Segunda | 26.06.2017 | 17h33
Autor: Blog do Rodrigo Ferraz


Foto: Reprodução

O jovem Edson Santos foi atingido por vários golpes de pauladas na cabeça durante uma discussão no município de Boa Nova, na região Sudoeste. De acordo com a Polícia Militar, em matéria no Blog do Jeferson Almeida, ele chegou a ser socorrido, mas acabou morrendo por volta das 19h30 deste último domingo (26). Ainda segundo a PM, o suspeito da agressão foi identificado como Ivan Campos, que segue foragido. O caso segue sob investigação da Polícia Civil. Nas redes sociais, amigos e parentes prestam homenagem a Edson e lamentam pelo o ocorrido.

Temer: 'Nada nos destruirá, nem a mim nem aos nossos ministros'

Segunda | 26.06.2017 | 16h39


Foto: Ilustração

O presidente Michel Temer disse nesta segunda-feira (26) que o governo está implementando uma "agenda de modernização no país" para a qual, segundo ele, não há um "plano B". Logo em seguida, Temer afirmou que "nada nos destruirá, nem a mim nem a nossos ministros". Ele deu a declaração ao final de um discurso em evento no Palácio do Planalto para sancionar a lei que permite aos comerciantes cobrarem preços diferentes para um mesmo produto, dependendo da forma como o cliente paga. O presidente é alvo de investigações autorizadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) após as delações de executivos da JBS. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve apresentar uma denúncia contra Temer até terça-feira (27). "O Brasil está nos trilhos, no caminho da responsabilidade e na rota da superação. Portanto, meus amigos, que ninguém duvide. Nossa agenda de modernização do Brasil é a mais ambiciosa em muito tempo. Tem sido implementada com disciplina, com sentido de missão. Não há plano B, há que seguir adiante. E nada nos destruirá, nem a mim, nem aos nossos ministros", afirmou Temer. Segundo o Ministério Público, o ex-assessor de Temer, Rodrigo Rocha Loures, recebeu dinheiro de propina da JBS em troca de o governo favorecer a empresa no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Loures foi filmado, em março, com uma mala contendo R$ 500 mil. Também pesam contra o presidente, que foi gravado em uma conversa por Joesley Batista, dono da JBS, outras suspeitas, como a de ter dado aval a pagamento de propina da empresa para comprar o silêncio o ex-deputado Eduardo Cunha.

O casal de marqueteiros João Santana e Mônica Moura é condenado por lavagem de dinheiro

Segunda | 26.06.2017 | 15h26


Foto: Reprodução

Em ação que condenou o ministro Antônio Palocci a 12 anos e dois meses de prisão, o juiz federal Sérgio Moro também sentenciou o casal de marqueteiros João Santana e Mônica Moura, a um ano e seis meses em regime fechado. O casal é acusado de lavagem de US$ 10,2 milhões que teriam sido pagos pela Odebrecht como caixa dois das campanhas petistas, em 2013. Os valores são oriundos de contratos entre a construtora e a Petrobras. Ao todo são 13 condenados, incluindo empresário Marcelo Odebrecht e os marqueteiros do PT João Santana e Mônica Moura - os três, delatores da Lava Jato. A ação apontou pagamentos de USD 10.219.691,08 em propinas, referentes a contratos firmados pelo Estaleiro Enseada do Paraguaçu - de propriedade da Odebrecht - com a Petrobras, por intermédio da Sete Brasil. O dinheiro foi pago ao marqueteiro do PT João Santana. Os valores serão bloqueados das contas de Palocci para ressarcir a estatal. Mesmo com o acordo de delação premiada, Moro considerou que dada "a gravidade em concreto dos crimes praticados por João Cerqueira de Santana Filho, não cabe perdão judicial". O mesmo vale para a esposa, Monica Moura. Dessa forma, o casal cumprirá um "ano e seis meses de reclusão no assim denominado regime fechado diferenciado, desta feita com recolhimento domiciliar integral e tornozeleira eletrônica". "Findo o período, deverá cumprir mais um ano e seis meses no assim denominado regime semiaberto diferenciado, desta feita com recolhimento domiciliar noturno, finais de semana e feriados, com tornozeleira eletrônica e com prestação de serviços à comunidade por vinte e duas horas mensais. 

Sancionada lei que permite descontos para compras feitas em dinheiro

Segunda | 26.06.2017 | 14h11
Autor: Tribuna da Bahia


Foto: Ilustração

O presidente Michel Temer sancionou a lei que possibilita descontos para os consumidores caso o pagamento seja feito em espécie, e não em cartão de crédito ou débito. A lei que regulamenta a diferenciação de preços tem como origem a Medida Provisória (MP) 764/2016. A cerimônia de assinatura da sanção presidencial ocorreu no fim da manhã de hoje (26), no Palácio do Planalto. Além de permitir que os comerciantes cobrem preços diferenciados para um mesmo produto em função da forma de pagamento, a medida possibilita a variação do valor em função do prazo de pagamento. Entre as mudanças feitas pelo Congresso ao texto original está a obrigação do fornecedor de informar, em lugar visível, os descontos que são oferecidos, tanto com relação ao meio de pagamento quanto em relação ao prazo. O comerciante que não cumprir essa regra estará sujeito a multas previstas no Código de Defesa do Consumidor. A diferenciação de preços já estava valendo, uma vez que ela foi apresentada por meio de MP. No entanto, como sofreu alterações durante a tramitação no Legislativo, precisa ser sancionada pela Presidência da República para virar lei. A MP foi apresentada pelo Executivo, em meio a um pacote de medidas macroeconômicas que foram publicadas sob a justificativa de possibilitar o aumento da produtividade no país. A expectativa é de que, ao permitir a diferenciação de preços, ela estimule a queda do valor médio cobrado pelos produtos, de forma a evitar que consumidores que não usam o cartão como forma de pagamento paguem as taxas dos cartões, quando embutidas nos preços dos produtos.

Médicos envolvidos em golpe do falso glaucoma podem ser cassados, diz CRM

Segunda | 26.06.2017 | 13h03
Autor: G1


Foto: Ilustração

O Conselho Regional de Medicina (CRM) de Alagoas informou nesta segunda-feira (26) que vai solicitar à Polícia Federal (PF) cópia do inquérito sobre o grupo que dava diagnósticos falsos de glaucoma para fraudar recursos da saúde. O presidente do Conselho, Fernando Pedrosa, disse que os médicos envolvidos no esquema podem ter o registro profissional cassado. Quatro suspeitos foram presos em uma operação deflagrada no dia 13 deste mês e liberados dias depois. Entre eles está o médico André Born, que já foi secretário adjunto da Saúde em Maceió e ocupou cargos no Ministério da Saúde em 2016. Os nomes dos outros não foram divulgados. As investigações apontam que a quadrilha agia, além de Alagoas, na Bahia, em Sergipe e Goiás e desviou em torno de R$ 30 milhões da saúde pública. O paciente recebia um diagnóstico falso de glaucoma e era orientado a usar colírios. Pedrosa falou que é preciso ter provas para poder avaliar a situação dos profissionais. “Se for comprovado [o crime], haverá a aplicação de penalidades do Conselho, que vai de uma advertência até a cassação do registro médico”, informou o presidente, ao dizer que no caso de punições, o médico terá o direito de defesa.

Servidores da Uneb param atividades por cinco dias

Segunda | 26.06.2017 | 12h14


Foto: Reprodução

Os servidores técnicos administrativos da Universidade Estadual da Bahia (Uneb) suspenderam as atividades desta segunda-feira (26) até sexta-feira (30), em todos os 29 departamentos da instituição na Bahia, de acordo com Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau do Estado da Bahia (Sintest). Segundo a categoria, a paralisação deixa os portões fechados e a universidade sem aulas. O presidente do Sintest, Firmino Júlio de Oliveira Filho, diz que só serão mantidos serviços essenciais, como atendimentos médicos e psicológicos, além de bancas de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Os servidores pedem progressões e promoções relativas ao ano passado, extensão de carga horária de 30h para 40h, aumento do auxílio-alimentação e reajuste linear dos salários.

Bahia: Seis pessoas da mesma família morrem em acidente na BR-122

Segunda | 26.06.2017 | 11h10
Autor: Sudoeste Bahia


Foto: Reprodução

Seis pessoas de uma mesma família morreram em um acidente na BR­122, próximo ao município de Urandi (BA). A colisão aconteceu por volta das 23h de sexta-­feira (23/06). De acordo com informações obtidas pelo jornalista Vilson Nuns do site Sudoeste Bahia, o veículo onde as vítimas estavam um Fiat Uno com placa de Vitória da Conquista (BA), invadiu a contramão e bateu de frente em um ônibus com placa de Lagoa Formosa (MG). As seis vítimas fatais estavam dentro do carro de passeio, que ficou totalmente destruído. De acordo apurou a reportagem, as vítimas são: Vanda Rosa de Jesus, 46 anos, Nilzanete de Jesus Benevides, 18 anos, Luciene Silva dos Santos, 36 anos, Kauan Wellington dos Santos Alves, 11 anos e Gerberson Xavier Soares, 24 anos, faltando apenas a identificação do condutor do carro. Parentes dos falecidos relataram que todos eles são de Urandi e seguiam para participarem do São João no município de Pindaí. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que as circunstâncias do acidente serão investigadas. Os corpos das vítimas foram encaminhados para Instituto Médico Legal (IML) de Guanambi e passaram por perícia antes de serem liberados para o sepultamento. Ninguém do ônibus sofreu ferimentos. O coletivo saiu da cidade de Irecê com destino a Patrocínio (MG).

Moro condena Palocci a 12 anos e dois meses de reclusão

Segunda | 26.06.2017 | 10h02


Foto: Reprodução

O juiz federal Sérgio Moro – responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância – condenou o ex-ministro Antonio Palocci a 12 anos, 2 meses e 20 dias de reclusão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A sentença é desta segunda-feira (26). Esta é a primeira condenação de Palocci na Lava Jato. O ex-ministro foi preso na 35ª fase da operação, batizada de Omertà e deflagrada no dia 26 de setembro de 2016. Atualmente, está detido no Paraná. De acordo com o juiz, ele deve continuar preso mesmo durante a fase de recurso. Branislav Kontic, ex-assessor de Palocci, foi absolvido dos crimes a ele imputados – corrupção e lavagem de dinheiro – por falta de prova suficiente de autoria ou participação, de acordo com o juiz. O ex-executivo da Odebrecht Rogério Santos de Araújo também foi absolvido pela mesma razão. Ele respondia por corrupção. 

Lula tem 30%, Bolsonaro, 16%, e Marina, 15%, aponta pesquisa Datafolha

Segunda | 26.06.2017 | 09h02
Autor: G1


Foto: Reprodução

Uma pesquisa do instituto Datafolha foi divulgada nesta segunda-feira (26) pelo jornal "Folha de S.Paulo" com índices de intenção de voto para o primeiro turno da eleição presidencial de 2018. Lula (PT): 30%, Jair Bolsonaro (PSC): 16%, Marina Silva (Rede): 15%, Alckmin (PSDB): 8%, Ciro Gomes (PDT): 5%, Luciana Genro (PSol): 2%, Eduardo Jorge (PV): 2%, Ronaldo Caiado (DEM): 2%, Branco/nulo/nenhum: 18%, Não sabe: 2%. A pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos e índice de confiança de 95%. O Datafolha ouviu 2.771 pessoas nos dias 21 e 23 de abril. Em relação ao segundo turno: Lula: 45%, Alckmin: 32%, ou Lula: 45%, Bolsonaro: 32%, ou Lula: 45%, Doria: 34%. 

Prouni do 2º semestre tem nova lista de convocados nesta segunda-feira

Segunda | 26.06.2017 | 08h14


Foto: Reprodução

O Ministério da Educação vai divulgar nesta segunda-feira (26) a segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) do segundo semestre de 2017. Não há um horário definido em edital para que os resultados estejam disponíveis. Os alunos convocados devem apresentar a documentação nas instituições de ensino a partir desta segunda. Quem não cumprir os prazos, perderá o direito à bolsa. Nesta edição são oferecidas 147.492 bolsas, sendo 67.603 integrais e 79.889 parciais em instituições particulares de ensino superior. A seleção é feita a partir do desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), levando em conta critérios socioeconômicos da família do estudante. A lista de convocados na primeira chamada foi divulgada no dia 12 de junho. No ano passado, na edição do meio do ano, foram oferecidas 125.442 bolsas, sendo 57.092 integrais e 68.350 parciais ofertadas em 22.967 cursos de 901 instituições de ensino superior. Para disputar uma bolsa parcial ou integral é necessário ter média de 450 pontos de nota mínima no Enem, ter sido aluno de escola pública ou bolsista na particular, e obedecer a alguns critérios socioeconômicos. A bolsa integral é destinada aos estudantes que possuem renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Já o teto da bolsa parcial, de 50% do valor da mensalidade, é de até três salários mínimo.

Condutor tem morte instantânea após capotar o carro na BA-026 em Caculé

Domingo | 25.06.2017 | 18h00


Foto: Reprodução

Por volta das 6 horas da manhã deste domingo (25) ocorreu um capotamento na estrada que liga Caculé a Tauape (distrito de Licínio de Almeida), próximo a entrada do Truvisco. Estavam retornando das festas juninas de Caculé com destino a Tauape. Haviam no veículo três pessoas sendo dois menores, todos residentes do distrito de Tauape, sendo que no ocorrido houve uma vítima fatal, Gisley Saraiva Pereira, de 32 anos. Os dois menores foram encaminhados para o Hospital Nossa Senhora Aparecida de Caculé, apresentando escoriações e encontram-se em observação. O corpo de Gisley Saraiva Pereira que faleceu no local foi encaminhado para o DPT de Guanambi.

Ônibus da Novo Horizonte que saiu de Brumado pega fogo na rodovia BR-116

Domingo | 25.06.2017 | 16h00
Autor: Bocão News


Foto: Reprodução

Na madrugada deste sábado (24), um ônibus da Viação Novo Horizonte, que seguia da cidade de Brumado, no interior da Bahia, para o Rio de Janeiro, pegou fogo na BR-116. O incidente aconteceu próximo a São Sebastião do Sacramento, distrito de Manhuaçu, em Minas Gerais. Segundo informações do Corpo de Bombeiros da cidade, o veículo, que transportava nove passageiros, apresentou defeito e começou a pegar fogo, mas todos conseguiram desembarcar e não houve vítimas. O Corpo de Bombeiros de Manhuaçu esteve no local apenas para fazer o resfriamento da carcaça destruída pelas chamas.

Novidade do Instagram vai te aproximar de seus seguidores

Domingo | 25.06.2017 | 14h02


Foto: Ilustração

O Instagram agora permite aos usuários criar listas de seus melhores amigos. A plataforma de compartilhamento de fotos começou a testar um novo recurso que possibilita compartilhar posts com grupos menores de pessoas, em vez de todos que seguem você. Para mostrar quando um conteúdo é restrito, a publicação será acompanhada de um selo verde de identificação. O Instagram vai permitir que os usuários adicionem e removam qualquer um dos seus seguidores da lista de favoritos a qualquer momento, e eles não serão notificados em nenhum dos casos. Todas as postagens restritas que você compartilha só aparecerão nos fluxos de fotos de seus seguidores escolhidos. Eles também poderão visualizar este conteúdo clicando na nova guia que estará disponível no seu perfil assim que o recurso for liberado. Esta aba, no entanto, aparecerá vazia para aqueles que não estiverem incluídos na lista de favoritos. Não há limite para o número de pessoas que você pode adicionar à lista. Este recurso está em desenvolvimento no Instagram há mais de um ano, segundo relata o site The Verge. Atualmente, ele está sendo testado por uma pequena porcentagem de usuários, antes de ser lançado completamente.

Desde 2013, prisões por corrupção crescem 288%

Domingo | 25.06.2017 | 12h00
Autor: Tribuna da Bahia


Foto: Ilustração

As milhões de pessoas que foram às ruas em junho de 2013 não pediram a aprovação da Lei 12.850, que regulou as delações premiadas. Mas a mudança legal - parte do pacote aprovado pelo Congresso em resposta aos protestos - abriu o caminho para que o número de prisões temporárias e preventivas e os flagrantes de corruptos acusados de desvio de verbas públicas no País fosse multiplicado por quatro de 2013 para 2016. Números da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Dicor), da Polícia Federal, mostram que, no ano passado, dez pessoas foram presas a cada semana por agentes federais em operações de combate ao desvio de verbas públicas. Em 2013, antes da aprovação da lei sobre colaboração premiada, esse número não chegava a três por semana (2,5 em média). O Estado analisou os dados de 2.325 operações deflagradas pela PF no País de 1.º de janeiro de 2013 a 31 de março deste ano. Os dados foram obtidos por meio da Lei de Acesso a Informação. Já no primeiro ano depois da lei, em 2014, o número de prisões concedidas pela Justiça e flagrantes nessas operações chegou a 2 798 e somou 4.122 em 2016 - aumento de 771% em comparação com as 473 registradas em 2013. No caso das operações de combate ao desvio de verbas públicas, as prisões passaram de 135 (2013) para 524 (2016) - crescimento de 288%. De Grandis diz que, hoje, o combate à corrupção é uma prioridade na PF e no Ministério Público Federal (MPF). Os números da PF mostram que não só as prisões de corruptos aumentaram, mas também as de todos os demais tipos de organizações criminosas, como a de traficantes.