Bahia Urgente

Bahia Urgente


Brasil: Grupo vendia atestados falsos por até R$ 160 pelo WhatsApp

Sexta | 21.04.2017 | 11h06


Atestados e receitas falsas eram vendidos por meio de grupo de WhatsApp, na Paraíba (Foto: Lucas Sá/DDF)

associação criminosa especializada na fabricação e negociação de atestados médicos e receitas médicas - que foi desarticulada nesta quarta-feira (19) pela Polícia Civil da Paraíba - vendia atestados por até R$ 160 por meio do aplicativo WhatsApp. Segundo o delegado de Defraudações e Falsificações de João Pessoa (DDF), Lucas Sá, o grupo de WhatsApp tinha 256 participantes, sendo 105 ativos. Segundo as investigações, os preços dos atestados variavam de R$ 60 (para 3 dias) a R$ 160 (para 14 dias). “Eles mandavam atestados por Correios para várias cidades e para outros estados. Prendemos dois em flagrante, mas pediremos a prisão dos demais. Alguns suspeitos residem em cidades do interior, mas já estão identificados”, explicou o delegado.

Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.